A consulta do viajante é um recurso extremamente útil, principalmente, se não tiveres muita experiência em viagens de longa distância.

Além disso, é imprescindível se fores viajar para países com grande incidência de doenças como a febre amarela, hepatite, dengue, entre outras.

consulta do viajante

O que é a Consulta do Viajante?

Basicamente, a consulta do viajante, serve para fazeres um aconselhamento médico profissional individualizado.

Ou seja, nesta consulta, vais poder expor todas as tuas dúvidas e pedir aconselhamento sobre vacinação e medicação específica para o teu destino de férias.

Além disso, se escolheres um médico com experiência no destino para onde vais viajar, ainda podes obter dicas mais concretas durante a consulta do viajante.

consulta do viajante

Este serviço é importante, porque te permite receber todas as ferramentas e orientações necessárias para uma viagem de sucesso. E também para conseguires resolver situações desagradáveis, caso surjam.

Portanto, para evitar e minimizar contratempos durante a viagem, mantém esclarecidos os seguintes temas:

  •     vacinas e/ou medicamentos preventivos;
  •     quais os cuidados de saúde que cada país exige;
  •     Como cuidar da higiene alimentar e do consumo de água?
  •     Precauções contra picadas de insetos.
consulta do viajante

Quando devo marcar a Consulta do Viajante?

A consulta do viajante deve ser realizada com alguma antecedência. Até porque, se precisares fazer a vacinação, necessitas de tempo para agilizar todo o processo.

Portanto, para que se consigam concretizar todas as medidas de segurança, é recomendado que marques a tua consulta com 1 a 2 meses de antecedência.

No entanto, se tal não for possível, tens sempre a possibilidade de realizar a consulta de aconselhamento médico uns dias antes da viagem.

Muito provavelmente não vais conseguir proteger-te como deverias, mas consegues orientações importantes sobre cuidados de higiene e segurança alimentar. Assim como receitas médicas para completares a tua farmácia de viagem.​

Como funciona a Consulta do Viajante?

Este recurso costuma ser utilizado em viagens de longa duração. Principalmente, para os destinos:  América Central e do Sul, África e Ásia.

Para começar, é realizada uma avaliação individual dos riscos com base no destino, duração e no teu estado de saúde à data.

Depois, segue-se uma etapa de educação do viajante. Os médicos informam-te sobre os principais agentes causadores de doenças do teu destino. Recomendam-te as melhores medidas preventivas e cuidados de saúde e higiene importantes a adotar durante a viagem.

Mediante o destino de viagem, será aconselhado fazeres a vacinação específica antes de seguires viagem. Por exemplo, a vacina da febre amarela é obrigatória para muitos destinos africanos e sul americanos.

Como já referi, é uma consulta para expores dúvidas e falares abertamente com o profissional de saúde. Portanto, tudo é ajustado à tua medicação pessoal e habitual.

Documentos necessários?

Para que a consulta do viajante possa ser bem sucedida, deves ter contigo os seguintes documentos:

  •     Cartão de cidadão
  •     Boletim de vacinas (para quem não possui o e-Boletim de Vacinas)
  •     Lista com a medicação habitual
  •     Destino, roteiro com as regiões que pretendes visitar, duração da viagem e data de partida

Onde fazer a Consulta do Viajante?

Além de poderes realizar a consulta do viajante em centros de saúde, hospitais públicos e privados, ainda tens a possibilidade de realizá-la online. Há muitas possibilidades online para esta etapa antes da viagem. Por isso, certamente vais encontrar uma boa solução.

As consultas são sempre marcadas por pacientes que desejam viajar para as seguintes regiões do mundo: Ásia, África e à América do Sul. Este procedimento garante maior segurança e uma viagem mais tranquila sem imprevistos.

Esta é a maneira mais segura de solicitar recomendações de receitas de vacinas, além de outros medicamentos indispensáveis.

Qual o preço da Consulta de Viajante?

A consulta de viajante pode oscilar entre 5€ e 70€. Se for através do SNS pagas apenas a taxa moderadora. No entanto, se optares por serviços privados o preço dispara rapidamente.

No Brasil, este valor pode variar de acordo com os estados. Podendo oscilar entre R$ 50,00 até R$ 200,00 para consulta simples, como a de orientação por exemplo.

Portanto, faz uma pesquisa alargada antes de optares por um serviço de saúde do viajante. Tenta perceber se o estabelecimento é credível e se, realmente, os médicos apresentam experiência suficiente neste âmbito de consultas.

No site do Ministério da Saúde de cada país, também existem informações relevantes sobre primeiros socorros, vacinas e precauções de saúde importantes.

No Brasil, por exemplo, a ANVISA é a entidade que certifica os estabelecimentos de saúde e fornece dicas de cuidados de saúde aos viajantes.​

QUERES VIAJAR MAIS E MELHOR?

 

Subscreve a minha Newsletter e recebe todas as sugestões de viagens, dicas e roteiros criativos no teu e-mail.

Recebi o teu pedido de subscrição. Por favor, confirma o registo no e-mail que te enviei agora. Obrigada!

Pin It on Pinterest

Share This