O Parque Natural da Serra da Arrábida é um verdadeiro paraíso para os amantes de natureza, caminhadas, sol e boas energias. Aqui vais encontrar uma série de paisagens de tirar o fôlego e variadíssimas atividades como praia, trilhos, miradouros, atividades radicais e imensa biodiversidade.

Não tenho dúvidas de que é um sonho para qualquer explorador da natureza. Portanto, se pertences a este clube de exploradores incansáveis, visita a Serra da Arrábida o quanto antes!

E neste artigo, vou enumerar detalhadamente tudo aquilo que podes fazer durante a tua visita. Assim como os lugares que podes visitar nos arredores do Parque Natural da Arrábida.

Serra da Arrábida ​​

A Serra da Arrábida fica localizada no concelho de Setúbal, mais especificamente na margem norte do Rio Sado. São mais de 17.600 hectares de área protegida (entre terra e mar) onde a Arrábida se ergue diante do Atlântico. Formando na sua base pequenas enseadas selvagens. E algumas delas são autênticas inspirações e delícias para fazer praia!

Na sua totalidade, a bela cordilheira da Arrábida inclui as Serras do Risco, S. Luís, Gateiros, Louro e a serra de S. Francisco. Abrangendo as regiões de Setúbal, Palmela, Quinta do Anjo, Vila Nogueira de Azeitão, Sesimbra e Cabo Espichel.

arrábida

Do ponto de vista geológico, o Parque Natural da Arrábida é uma região-chave para o conhecimento e compreensão das variadas etapas de História da Terra.

Porque, só para teres uma pequena noção da imponência da Serra da Arrábida, o seu maciço sudoeste tem as maiores falésias à beira-mar de Portugal Continental. E a serra do Risco é a escarpa litoral calcária mais elevada da Europa.

Aqui reúnem-se, mesmo, características únicas que permitem a existência de espécies vegetais bem preservadas. E ainda, de ecossistemas marinhos de elevada biodiversidade. Portanto, como vês, este lugar é incrível para te conectares com a natureza e aprenderes um pouco mais sobre as comunidades de espécies que habitam a nível nacional. É muito interessante!

Além disso, do ponto de vista espeleológico, a Serra da Arrábida ainda apresenta belas formações rochosas e inúmeras grutas! É espetacular percebermos que há tantas coisas que podemos fazer e conhecer dentro do nosso país. Em particular nesta região.

Por isso, se também és amante da natureza e aventura, então não tenho mesmo dúvidas de que vais querer conhecer o Parque Natural da Serra da Arrábida!

visitar arrábida

Quando Visitar a Serra da Arrábida?

A Serra da Arrábida pode ser visitada em qualquer altura do ano. Mas, do ponto de vista paisagístico, as melhores alturas do ano são durante os meses de primavera e verão.

Nestas estações podes aproveitar para desfrutar das praias paradisíacas da arrábidaexplorares grutas e observares os golfinhos no rio sado. Com toda a certeza, vais conhecer a magnitude da Serra da Arrábida e vida selvagem no seu esplender.

outono e primavera, são ótimos para fazeres trilhos, andares de bicicleta e passeares pela serra e junto às praias.

Embora, a vegetação no inverno não esteja no seu expoente máximo, qualquer altura serve para visitares a Arrábida. E nesta estação, há sempre dias agradáveis para passeares à beira-mar e sentires a brisa do mar no rosto e areia nas palmas das mãos. Uma sensação brutal de leveza e liberdade perante uma paisagem tão arrebatadora como esta a da Serra da Arrábida.

Onde dormir na Serra da Arrábida?  

Há hotéis muito bons onde podes ficar bem hospedada. Se ficares mais do que um dia podes mudar de hotel consoante a tua localização. No entanto, não acho obrigatório, uma vez que a distância é relativamente pouca.

Assim sendo, deixo aqui algumas recomendações de hotéis onde podes ficar bem hospedada durante a visita à Serra da Arrábida.

RM The Experience: fica localizado na conhecida e central Avenida Luísa Todi. Daqui rapidamente chegas a qualquer lugar do centro da cidade. Além disso, este hotel oferece luxo e conforto, apresentando uma decoração e design romântico e moderno. Pontuação Booking 9,2 Soberbo.

Pousada do Castelo de Palmela: Palmela é uma vila encantadora para pernoitar. Além de ser um ponto de passagem de grande interesse na visita à Serra da Arrábida. E como é terra de bom vinho, ainda podes almoçar/jantar e desfrutar de um bom vinho da região de Palmela. A Pousada de Palmela é um hotel de 4 estrelas cheio de charme. E, por ter sido um antigo convento apresenta particularidades muito características. E por isso, é sempre um ponto de interesse a visitar. Pontuação Booking 9,5 Fabuloso.

Hotel dos Zimbros: apesar de não estar localizado no centro da vila, tem uma vista desafogada e piscina exterior com jardim. Os quartos são espaçosos e modernos, e o espaço tem boas acessibilidades. Tem pequeno-almoço incluído. Pontuação Booking 8,4 Ótimo.

Melhores Hotéis em Setúbal

O que fazer na Serra da Arrábida?

Há imensa coisa para ser visitada ao longo de toda a Serra da Arrábida. Tal como mencionei anteriormente, o Parque Natural da Serra da Arrábida engloba os municípios de Setúbal, Palmela e Sesimbra. Portanto, são muitos quilómetros de biodiversidade e natureza para explorares. Muitos pontos de interesse espalhados por todos estes milhares de hectares de terra e mar.

Assim sendo, neste tópico vou referir todos os melhores pontos de interesse, passando um pouco por todas as regiões. Para visitares todos estes lugares vais precisar de pelo menos 2 ou 3 dias. Por isso, explora os sítios que mais te interessarem e, se não tiveres muito tempo, faz uma seleção daquilo que mais te agradou neste artigo.

É importante perceberes também que vais obrigatoriamente precisar de um carro para te deslocares. Por isso, caso não tenhas viatura própria, tens mesmo de alugar um carro.

serra da arrábida

— Parque de Merendas da Comenda

Parque de Merendas da Comenda fica localizado a cerca de 5 km de Setúbal e é um símbolo icónico. Aqui renuem-se milhares de grupos de amigos e famílias todos os anos, principalmente durante o verão.

É uma autêntica festa, convívio e boa disposição com direito a muitos mergulhos na pequena reentrância de água em maré-cheia.

O Parque da Comenda está equipado com mesas, cadeiras de pedra e grelhadores extremamente utilizados pelos visitantes. E escusado será dizer que o pitéu mais cozinhado aqui são os grelhados. Desde carne a peixe, o convívio é garantido e o cheiro a almoço também. Passa-se, sem dúvida, um dia muito agradável.

serra da arrábida

Antigamente, este lugar também atraía muitos visitantes para conhecerem o decadente Palácio da Comenda (abandonado há muitos anos). As pessoas entravam, tiravam fotografias e desfrutavam da paisagem (vista lindíssima em plena beira-mar).

Mas, depois de muitos anos, as coisas alteraram-se e este edifício, assim como toda a área associada ao palacete, foram comprados. E, agora, o Palácio da Comenda voltou a ganhar o brilho e a requinte que o tempo e a falta de manutenção lhe roubaram.

Ou seja, já não é possível entrar dentro daquele edifício, mas o lugar ficou renovado e muito mais bonito! Da Comenda, a vista fantástica para a cidade de Setúbal e Península de Tróia.

— Forte de Santiago do Outão

Depois da Comenda, a próxima paragem é no Forte de Santiago do Outão. Hoje, é um Hospital Ortopédico bastante conhecido, mas em tempos integrou a linha defensiva do trecho litoral entre a Albarquel e a vila de Sesimbra.

serra da arrábida

Foi por ordem de D. João I que, no ano de 1390, se ergueu a primeira grande construção, uma torre de vigia costeira. E depois disso, ao longo dos séculos, a construção foi sofrendo inúmeras ampliações estratégicas. Isto, para dar resposta às necessidades de defesa e vigia da foz do Sado e da cidade de Setúbal. Em 1580, o Outão já era a fortaleza mais importante de toda a costa da Serra da Arrábida.

Depois de ser convertida em prisão e residência de férias da família real, a Rainha D. Amélia decidiu instalar, no Forte de Santiago, um sanatório. E foi depois disso que foi transformado em Hospital Ortopédico de Santiago do Outão.

serra da arrábida

Praias da Arrábida

Penso que já não é segredo para ninguém de que existem praias idílicas na Serra da Arrábida. As praias são fabulosas, de areia branca e águas cristalinas muito convidativas a mergulhos durante o verão. Inclusivamente, uma delas – a Praia de Galapinhos, ganhou o título de Melhor Praia do Mundo pelo site European Best Destinations. É incrível como temos tanta riqueza no nosso pequeno país! Sem dúvida, a minha praia de eleição na Serra da Arrábida!

E isto para dizer que, seguramente, as praias são lugares que não podes perder no teu passeio ao Parque Natural da Arrábida, acredita. Visita e desfruta de tudo o que a arrábida tem para te oferecer.

praias da serra da arrábida

— Gruta de Santa Margarida da Lapa

Este é uma das grandes pérolas secretas da Serra da Arrábida! Adoro vir a este lugar, apreciar a paisagem e ainda dar uns mergulhos na água cristalina perto das rochas. É uma autêntica gruta dos piratas. É assim que eu lhe chamo carinhosamente.

Se és amante da natureza e estás sempre em busca de lugares únicos, então não tenho qualquer dúvida de que vais adorar visitar a gruta de Santa Margarida da Lapa.

serra da arrábida

O caminho é feito pelo meio da vegetação e, a meio, tem piso em escadaria de pedra. Tem uma pequena descida/subida, mas sem dificuldade.  Assim que entras na linha costeira, rapidamente começas a ver a paisagem maravilhosa para o mar.

Depois de chegares ao local, só tens de seguir a entrada escura para a gruta. E, eis, que entras na ‘toca dos piratas’. Entretanto, lá dentro, vais encontrar uma pequena capela (de Santa Margarida) e uma abertura direta para o mar.

Depois de estares lá dentro, segue em direção às rochas e desfruta do spot! Pessoalmente, aproveito sempre para dar uns valentes mergulhos nesta água cristalina.

Portinho da Arrábida

Poucos metros abaixo da Gruta de Santa Margarida da Lapa, está o famoso e inspirador Portinho da Arrábida. Uma pequena baía com tanto para oferecer aos visitantes. Além da vista e biodiversidade deslumbrantes, vais encontrar algumas casinhas castiças, um restaurante e ainda acesso à Praia do Creiro.

Além disso, ainda tem uma escola de mergulho e a Fortaleza de Santa Maria. Que atualmente funciona como Museu Oceanográfico (38° 28′ 25″ N / 8° 58′ 58″ W).

serra da arrábida

— Pedreira de Jaspe

A 3,5 km de distância do Portinho da Arrábida, podes encontrar a entrada (à esquerda) para a Pedreira de Jaspe. É um miradouro espetacular com uma paisagem soberba para a Serra do Risco.

Se não estiver completamente cheio, há espaço para estacionares o carro. Então, estaciona e segue pelo trilho curto que dá acesso a este miradouro incrível.

Pode ser um ótimo lugar para fazeres um picnic com vista mar. Eu já lanchei aqui e adorei. O spot tem árvores, por isso podes resguardar-te do sol, caso esteja muito quente.

serra da arrábida

Convento da Arrábida

Convento é mais um ponto curioso e de visita na passagem pela Serra da Arrábida. Este edifício data o séc. XVI e tem mais de 25 hectares de área envolvente. Integra o Convento Velho, Convento Novo, o Jardim e Santuário do Bom Jesus.

A história inicia-se com a cedência das terras da encosta da Arrábida ao Frei Martinho de Santa Maria (franciscano castelhano). Ou seja, D. João de Lencastre cedeu as suas terras, e em 1542 é fundado o convento da arrábida.

No entanto, séculos mais tarde, dado ao abandono que sofreu com a extinção das ordens religiosas em 1834, o espaço passou por muitos apertos. Nomeadamente, pilhagens e muitos estragos.

Até que mais tarde, passou pelo domínio da Casa de Palmela, pelo proprietário Manuel de Souza Holstein. E atualmente pertence à Fundação de Oriente.

Ao que parece, esta instituição deu garantias ao último proprietário de que manteria os mesmos valores que os antepassados entregavam aos arrábidos.

serra

Entrada: 5,00€/adulto

Coordenadas:  38° 28′ 27″ N / 8° 59′ 41″ W

— Miradouro do Portinho da Arrábida

Seguindo o passeio, continuamos pela N379-1 rumo ao miradouro do Portinho da Arrábida. Uma verdadeira maravilha paisagística! Este é um dos lugares mais procurados e instagramáveis da Serra da Arrábida. Por isso, é perfeito para os apaixonados por fotografia e paisagens inspiradoras.

Rapidamente identificas os estrados de madeira, porque ficam mesmo junto à estrada e, normalmente, há sempre carros estacionados na berma.

A vista daqui é colossal e inigualável, acredita. Portanto, não percas a oportunidade de fazeres uma pequena paragem neste miradouro e registar este momento único da tua visita.

miradouro-arrábida

Sétima Bataria do Regimento de Artilharia do Costa Outão

Continuando a N379-1 em plena Serra da Arrábida, vais encontrar a Sétima Bataria do Regimento de Artilharia de Costa do Outão.

Nos seus tempos áureos, a sétima bataria fazia parte integrante da primeira linha de defesa da costa atlântica e dos portos de Setúbal e Lisboa. Mas, a sua desativação em 1998, levou a um total abandono.

No entanto, o lugar não deixou de ter uma das melhores paisagens de toda a Serra da Arrábida. Mais um dos tantos, claro.

Daqui a vista não podia ser mais incrível e privilegiada para a lindíssima Península de Tróia. E, se estiver maré vazia, consegues ver perfeitamente as línguas de areia branca do lado de Tróa.

Além da vista maravilhosa, vais encontrar o Forte Velho do Outão que tem um miradouro/terraço incrível. E ao lado do Forte, os canhões antigos apontados para o mar, bunkers e outras peças de artilharia abandonadas.

Coordenadas: 38°29’27.9″N 8°56’14.3″W

bataria

Serra do Risco

Serra do Risco é mais um dos tantos lugares sublimes e interessantes da Serra da Arrábida. Para teres uma noção, é o ponto mais elevado da costa continental. Além de ter uma das paisagens mais magníficas de toda a Serra da Arrábida.

Já fiz o trilho da Serra do Risco e posso assegurar que é um momento marcante. Neste percurso, tens acesso a zona rural, montanha e às arribas maravilhosas do litoral da Arrábida. É só uma experiência brutal.

Portanto, se gostas de trilhos, não percas a oportunidade!

serra do risco

— Castelo de Palmela

Entramos agora em terras de Palmela, pequena vila medieval nas imediações da cidade de Setúbal, e incluída no património da Serra da Arrábida. Se tiveres tempo, passa por aqui para conheceres uma das vilas mais bonitas e pitorescas de Portugal.

E, o mesmo posso dizer sobre o Castelo de Palmela. Considerado Monumento Nacional desde 1910 e está cheio de Histórias para contar.

castelo de palmela

O Castelo foi conquistado por D. Afonso Henriques no ano de 1147 e totalmente recuperado por D. Sancho I. Esta fortificação foi sede da Ordem de Santiago até à sua extinção em 1834. E a sua posição geográfica permitia um domínio estratégico de parte do estuário do sado, de uma das vertentes da cordilheira da Arrábida e das regiões envolventes.

serra da arrábida

Serra do Louro

Serra do Louro é parte integrante do Parque Natural da Serra da Arrábida. E daqui, é possível avistar paisagens fabulosas para o Rio Sado, Península de Setúbal, Rio Tejo e Lisboa.

Esta serra surgiu do enrugamento da Arrábida há cerca de 10-12 milhões de anos e hoje é este colosso magnífico. Já fiz muitos trilhos por aqui e posso dizer que é uma experiência única! Se gostas de estar em natureza, de fazer caminhada ou BTT, então seguramente tens mesmo de passar por aqui.

serra do louro

Há muitas pessoas que se deslocam à Serra do Louro com as suas bicicletas e fazem quilómetros de percurso. Se gostas de trilhos, aconselho-te a fazeres a conhecida Rota dos Moinhos. Um percurso circular de 22 km que passa por todos os Moinhos da Serra do Louro.

Por outro lado, se não quiseres caminhar tanto, então basta iniciares o trajeto para a Serra do Louro e vais ver rapidamente o primeiro Moinho. E, se fores em horário de funcionamento, ainda consegues comprar um pão tradicional ótimo – o Pão dos Moinhos.

Além de toda a grande qualidade paisagística, a S. Louro ainda tem uma diversidade de espécies vegetais extraordinária. Já foram identificadas mais de 1400 espécies.

serra da arrábida

Vila Nogueira de Azeitão

Azeitão também está na lista de pontos a conhecer na Serra da Arrábida. Pois, também é parte integrante deste extenso Parque Natural.

E, à semelhança de Palmela, Azeitão também é uma vila bastante pitoresca e cheia de sabores. Há muitas coisas apetitosas para experimentar. Desde queijos típicos da região, aos vinhos e licores e também à doçaria tradicional.

Se tiveres tempo, passa por aqui para conheceres as irresistíveis tortas de Azeitão, as delícias (as minhas preferidas!) e os afamados esses de Azeitão (também gosto bastante, confesso).

Dica: a minha melhor recomendação é a pastelaria “Cego”. Fabrica especialidades regionais de Azeitão desde 1901. Uma verdadeira perdição!

serra da arrábida

Castelo de Sesimbra

Mais uma bela vila situada dentro da Serra da Arrábida. A beleza e descontração deste lugar são rapidamente percebidas por quem visita Sesimbra. Uma vila piscatória muito castiça, localizada no aconchego de uma baía encantadora.

Já o Castelo de Sesimbra, também está nomeado como Monumento Nacional desde 1910. E reúne uma série de pontos de interesse! No interior tens acesso ao Centro de Interpretação do Património, à igreja, a um circuito museológico (para fazeres de forma autónoma), e ainda ao percurso pelas muralhas. Escusado será dizer que a vista daí é espetacular. Consegues ver toda a vila de Sesimbra e mais além!

serra da arrábida

Este Castelo remete-nos para o período de ocupação muçulmana no séc. IX. E à semelhança do Castelo de Palmela, também foi conquistado por D. Afonso Henriques (em 1165). E, mais tarde, reconquistado novamente por D. Sancho I (1199). Monarca que atribuiu o primeiro foral à vila de Sesimbra que se encontrava no interior do monumento.

Praia Ribeira do Cavalo

Esta é mais uma das praias idílicas da arrábida e também fica localizada em Sesimbra. Sem dúvida, uma verdadeira inspiração paisagística. A areia branca e as águas cristalinas azuis-turquesa, de todo, não me deixam mentir.

Portanto, se gostas de conhecer lugares mais selvagens e praias mais escondidas, então, tenho a certeza, de que vais amar a Praia de Ribeira do Cavalo. A chegada é feita por um trilho de dificuldade média. Mas, vale muito a pena parar para visitar esta praia fantástica.

serra da arrábida

Cabo Espichel

O Cabo Espichel é mais uma peça preciosa do património português. Está localizado no ponto mais ocidental de Sesimbra, e é um monumento único de devoção religiosa.

O conjunto arquitetónico de Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel é composto pela igreja da Senhora do Cabo, Ermida da Memória, Hospedaria, Casa da Água e pelo Aqueduto.

A entrada para o Cabo Espichel é muito bonita, avista-se de imediato o farol, e mescla o estilo campo e mar, por uma estrada em terra batida. Se o dia estiver bom, vais ter acesso a uma paisagem brutalíssima. Tenho a certeza de que vais adorar a visita ao Cabo Espichel. Quanto à paisagem – fantástica.

serra da arrábida

Atividades Aventura na Serra da Arrábida

Naturalmente, a Serra da Arrábida é propícia à aventura. Por isso, se gostas de desfrutar de experiências únicas na natureza, aconselho-te a não perderes a oportunidade de te aventurares. Não vai faltar adrenalina, acredita!

Além de tudo o que tu podes ver e explorar autonomamente, há muitas atividades divertidas para praticares. Seja em terra ou no mar.

Há muitas empresas de atividades aventura, portanto não vai ser difícil encontrares a melhor experiência na Serra da Arrábida.

Atividades no Mar: Stand-Up-Paddle, Kayak, Mergulho, Coasteering, Snorkeling, Observação de golfinhos no rio Sado.

Atividades em Terra: Escalada, Rapel, Espeleologia, Caminhada

Atividadades no Ar: Parapente

serra da arrábida

Recomendações de Visita à Serra da Arrábida

Seja qual for o destino natural que vamos visitar, uma coisa devemos ter sempre certa, – o nosso código de amor e bondade para com a natureza. Eu pelo menos faço por isso.

Gosto de visitar e conhecer lugares brutais e únicos, mas respeito sempre o espaço que estou a explorar. E este é um dos valores mais profundos da wander life.

Portanto, seguem as minhas recomendações:

 ‘Não deixes lixo, apenas pegadas’

Mantém a natureza intocada, sejam vegetação, animais ou pedras. Não faço construções com pedras, porque isso intervém nos habitats dos animais que habitam nesse lugar.

Não saias dos trilhos assinalados, porque ao saíres podes estar a invadir e a perturbar os animais que habitam nesses espaços. É fundamental teres o cuidado de não destruíres vegetação, culturas ou ninhos.

Tenta caminhar e/ou observar os animais o mais silenciosamente possível. Isto, permite que os animais não sejam perturbados, e ao mesmo tempo que não se afastem quando os fores observar.

Para tua segurança, sempre que fores para lugares na natureza, informa sempre outras pessoas sobre a tua futura localização.

Organiza a tua próxima viagem:

Pesquisa os melhores voos com a kiwi ou Lufthansa. Se queres encontrar as melhores soluções de alojamento procura em: Booking, Hostelworld

As melhores atividades, pacotes de viagem ou rent-a-car são com a Logitravel que oferece uma vasta gama de soluções. Inclusivamente, o rent-a-car da Logitravel é muito competitivo.

Caso precises, contrata um bom seguro de viagem com: a iatiseguros (usufrui de 5% de desconto) ou com a worldnomads. Estes são os melhores e mais especializados seguros de viagem que podes encontrar.

Para as desfrutares das melhores atividades turísticas em viagem pesquisa na: Civitatis ou GetYourGuide.

Queres descobrir todos os recursos de viagem?

Quando planeias a tua viagem através dos links disponibilizados no blog, estás a ajudar e a incentivar o Wander Life a continuar a sua viagem pela criação de conteúdo útil e de qualidade. Não gastas mais por isso e ajudas o blog a manter-se ativo 🙂

GOSTASTE DO POST? GUARDA O PIN PARA LERES MAIS TARDE! ↡↡

QUERES VIAJAR MAIS E MELHOR?

 

Subscreve a minha Newsletter e recebe todas as sugestões de viagens, dicas e roteiros criativos no teu e-mail.

Recebi o teu pedido de subscrição. Por favor, confirma o registo no e-mail que te enviei agora. Obrigada!

Pin It on Pinterest

Share This