Descobre a magia de visitar Menorca numa viagem incrível por esta ilha deslumbrante do Mediterrâneo. Desde praias intocadas, águas cristalinas e trilhos exuberantes, tudo o que qualquer amante de natureza, aventura e tranquilidade sonha.

Felizmente, Setúbal já revelou todo o seu esplendor e potencialidade, e por isso é uma das cidades de sonho para visitares. É uma cidade que apresenta uma imensa qualidade de vida, com jardins agradáveis para passeares, está coberta por um clima privilegiado, ciclovias, docas, praias e muitos pontos agradáveis para desfrutares dos bons momentos.

As praias de Setúbal premiadas a nível internacional levaram a cidade às bocas do mundo. Porque a beleza e envolvente natural e as águas cristalinas formam o enquadramento apaixonante para marcar os corações dos seus visitantes. Além disso, toda esta região é palco de uma variedade de atividades ao ar livre: paddle, canoagem, bicicleta, caminhadas e muito mais.

A gastronomia de Setúbal não podia ser melhor, ou não fosse esta cidade conhecida como a terra do peixe. Porque aqui encontras o melhor peixe fresco e as melhores iguarias, desde peixe grelhado, a comida de tacho, vinhos de eleição. Mas não me quero alongar muito mais, porque vais encontrar todas as informações mais à frente neste artigo.

O quero deixar bem marcado neste roteiro de viagem é que visitar Setúbal é visitar uma terra de tradição de mar, de inspiração e belas paisagens. É seres envolvida por um cenário natural verdadeiramente sedutor, onde a cidade e a serra se conectam com o areal e as ondas do mar. Porque à volta desta cidade costeira, há toda uma riqueza natural maravilhosa: o Estuário do Sado e o Parque Natural da Serra da Arrábida.

Mas não é tudo, porque Setúbal também é terra de grandes poetas e artistas. Por isso não poderia deixar de os mencionar e homenagear o Poeta Bocage que tem uma praça dedicada em sua homenagem. Bocage tem uma obra extensa e riquíssima em sonetos, anedotas e muito mais, e este é um dos que guardei na minha memória. E Zeca Afonso, um compositor e cantor tão conhecido por nós, o trovador da liberdade.

Um ladrão armado com uma pistola, abordou o poeta Bocage nas proximidades do café Nicola e perguntou-lhe: “Quem és, de onde vens e para onde vais?” E ao que Bocage respondeu: “Eu sou o poeta Bocage, venho ali do Nicola e vou para outro mundo se disparares a pistola”

~ Bocage

Em cada esquina há um amigo, em cada rosto igualdade. O povo é quem mais ordena dentro de ti ó cidade.

~ Zeca Afonso

Por isso, se vais visitar Setúbal, deixa-te encantar pelo charme da cidade, pelas belas paisagens e gastronomia inigualável que são os mais genuínos cartões-postal de Setúbal. E neste roteiro para visitar Setúbal vais encontrar toda a informação para uma estadia de sonho!

Quando visitar Setúbal?

A verdade é que Setúbal é um destino encantador durante todo o ano, mas a escolha do momento certo para visitar Setúbal pode aprimorar ainda mais a tua experiência na cidade.

Setúbal tem um clima mediterrâneo ameno muito agradável, por isso os verões nesta região são quentes e secos, excelente opção umas para as férias de verão. O outono e a primavera são estações amenas, boas para atividades ao ar livre. E no inverno há mais frio e uma quantidade de chuva razoável, mas ainda assim há bons dias de sol e céu limpo.

Com isto, quero dizer-te que podes visitar Setúbal em qualquer altura, porque de facto tem um clima privilegiado. Mas para mim, as melhores épocas são, sem dúvida, no verão – para conseguires desfrutar do máximo potencial de qualquer roteiro em Setúbal.

Ou seja, desfrutar do ambiente fantástico da cidade e da Serra da Arrábida, das praias magníficas e dos sabores maravilhosos desta terra, dos temperos e do bom peixe. Além disso, nesta altura, Setúbal está bastante animada devido ao acréscimo de turismo, o que dá mais animação às ruas durante os dias e um convívio extra aos fins de tarde e às noites na cidade.

Nos meses de abril e maio também são especialmente bons, porque os dias estão mais compridos, há ótimos dias de sol e calor e nota-se um aumento da dinâmica na cidade de Setúbal. Além disso, a partir de meados de maio já começa a haver boa sardinha (maio, junho, julho e agosto).

Portanto, se queres intensificar a tua experiência na cidade, a gastronomia de Setúbal não pode ser descurada. Nestas alturas, as ruas dos restaurantes enchem-se com o aroma a sardinha grelhada que são a perdição dos morados, visitantes e turistas. E para mim, o melhor peixe!

Agora, independentemente da época que escolheres visitar Setúbal, uma coisa é certa: esta cidade encantadora vai cativar o teu coração e tornar a estadia inesquecível.

Dica Saber Viajar:

No mês de maio: ocorre o Festival do Peixe de Setúbal, um festival gastronómico organizado pela Câmara Municipal em parceria com a Docapesca, onde as propostas de degustação são: carapau, sardinhas assadas, choco frito, caldeiradas e muito mais. Este evento gastronómico realiza-se na Casa Baía com sessões de cozinha ao vivo com degustação.

Na primavera: ocorrem as semanas gastronómicas de mar.

Feria de Setúbal: a feira popular da região que ocorre durante a última semana de julho e primeira de agosto. A feira integra espéculos musicais com artistas nacionais, internacionais e locais, animação de rua, stands de artesanato, tasquinhas gastronómicas e muitas outras atividades de lazer.

Quantos dias para visitar Setúbal?

Para uma escapada romântica para visitar Setúbal, dois dias chegam perfeitamente para descobrires as principais atrações turísticas de Setúbal, conheceres a atmosfera desta cidade e experimentares a boa gastronomia local.

No entanto, se quiseres mergulhar um pouco mais nesta região maravilhosa e explorar a Serra da Arrábida e conhecer algumas das praias idílicas desta costa, recomendo no mínimo 3 dias. Mas no roteiro de 3 dias para visitar Setúbal vais perceber toda a magia deste lugar único!

Por outro lado, se o objetivo for desfrutar de umas belas férias de verão, então melhor ainda. Porque aí vais conseguir passar um bom tempo a relaxar, a viver esta atmosfera costeira, a explorar a serra e as praias de águas cristalinas.

praias de setúbal

Como te deslocares em Setúbal?

A melhor forma de te deslocares para visitar Setúbal é a pé, percorrendo a baixa de Setúbal, passeando e explorando a Avenida Luísa Todi, as docas e a beira-mar. O centro histórico é compacto e encantador, repleto de ruas estreitas e praças animadas (como a Praça do Bocage – a minha favorita).

Cada rua transmite um pouco da essência de Setúbal, por isso é sempre uma vantagem ter a caminhada como uma aliada na descoberta do centro da cidade de Setúbal.

Para distâncias mais longas, os autocarros são uma boa opção. A rede de autocarros urbanos é eficiente e cobre os principais pontos de interesse. Além disso, também há uma rede especifica para viagens até às praias de Setúbal, na Serra da Arrábida. Eles partem do centro da cidade e levam-te até à praia da Figueirinha durante a época balnear.

visitar Setúbal

Se gostares, também podes alugar bicicletas. Setúbal tem investido em ciclovias e infraestruturas para tornar a cidade mais amigável para os ciclistas e caminhantes. Por isso, na minha opinião, é uma sugestão bastante agradável – pedalar pelos jardins e à beira-mar absorvendo esta atmosfera descontraída da cidade.

Caso não tenhas veículo e queiras visitar a Serra da Arrábida, sugiro que alugues um carro. Assim não vais perder a oportunidade única de visitar Setúbal e uma das Serras mais incríveis de Portugal.

Como ir de Setúbal para Troia?

A verdade é que Setúbal e a península de Troia estão separadas apenas pelas águas do rio Sado. E, portanto, se queres adicionar uma visita a Troia no teu roteiro para visitar Setúbal partilho contigo como o podes fazer.

Obviamente, podes sempre conduzir de carro até Troia, mas o mais popular é fazer a travessia de ferry ou de catamarã de Setúbal até Troia.

Se queres levar o carro para Troia, os ferries são a melhor opção. Partem regularmente do Cais de Setúbal e oferecem uma travessia tranquila pelo estuário do Sado, onde podes desfrutar de vistas deslumbrantes da cidade, da serra e da natureza. A viagem dura cerca de 25 minutos, e se tiveres sorte ainda podes ter o privilégio de avistar algum golfinho.

Por outro lado, se quiseres fazer um passeio para conhecer o centro de Troia ou fazer um belo dia praia em Troia (e já fiz bastantes), a melhor opção é deslocares-te de catamarã. Eles atracam mesmo na marina de Troia, pertíssimo das praias de sonho!

visitar Setúbal

Passeios de barco em Setúbal

Setúbal é um lugar absolutamente privilegiado, desde as praias, à natureza e clima. Tudo é propício para desfrutares de alguns dias no descanso merecido numa sensação de tranquilidade e natureza. Por isso, se queres realmente visitar Setúbal, uma das minhas sugestões é reservares umas horas para conheceres esta costa magnífica do Parque Natural da Arrábida.

Eu já fiz alguns passeios de barco, e posso-te dizer que é uma experiência que nunca falha. A diversão é garantida e o enriquecimento da alma também. Além do mais, dá-te uma outra perspetiva desta região.

Onde ficar a dormir em Setúbal?

Se estás de visita a Setúbal, um dos próximos passos a ter em conta no teu roteiro para visitar Setúbal é o lugar onde vais ficar a dormir. Felizmente, a cidade já tem uma oferta variada e de qualidade, por isso partilho contigo algumas propostas que mais aprecio. No entanto, para uma informação mais completa e detalhada, recomendo que visites o artigo sobre os melhores hotéis em Setúbal.

Hostel de Pedra e Sal Hostel & Suites: localizado numa zona noturna animada perto da avenida Luísa Todi.

Hotel Solaris: fica localizado numa das ruas perpendiculares à Avenida Luísa Todi. Muito próximo de restaurantes, praias e baixa da cidade de Setúbal.

Rio Art Hotel: localizado na Avenida Luísa Todi.

Meliã Setúbal: localizado mesmo em frente ao Jardim do Bonfim. Um dos jardins mais célebres e um dos pontos turísticos para visitar Setúbal.

Luna Esperança Centro Hotel: Avenida Luísa Todi.

RM The Experiences: Avenida Luísa Todi.

O que visitar em Setúbal – roteiro para visitar Setúbal

A verdade é que esta bela cidade teve até há poucos anos muito aquém daquilo que eram as suas potencialidades. Mas felizmente começou a ganhar o seu espaço e brilho para o mundo. E a conclusão que eu tiro de tudo isto é que Setúbal é uma das cidades mais incríveis de Portugal, com um potencial turístico enorme.

Além do clima ser excelente e a comida divinal, a envolvência natural das praias com a Serra da Arrábida, dá a este lugar uma dinâmica e diferenciação transcendente!

E felizmente a cidade está a ganhar boas infraestruturas, oferta hoteleira, oferta de atividades para que as pessoas tenham vontade e condições de visitar Setúbal da melhor forma possível.

Por isso, aqui neste roteiro para visitar Setúbal eu vou partilhar contigo todos os pontos de interesse da cidade. E acredita em mim – vais adorar passar alguns dias neste lugar maravilhoso, porque há muito o que visitar em Setúbal.

Roteiro para visitar Setúbal: 1º dia

Vai ser dedicado essencialmente à baixa da cidade de Setúbal. Porque quero que conheças o palpitar do coração da cidade sadina – como o maravilhoso Mercado do Livramento (que amo), a atraente e dinâmica Praça do Bocage (a minha favorita, já disse isto antes não já?) e as ruas estreitas e curiosas da baixa.

Durante a tarde desafio-te a percorrer a ilustre Avenida Luísa Todi e o bairro castiço da Fonte Nova – um dos característicos da cidade.

Já sabes que o cumprir deste roteiro para visitar Setúbal vai depender sempre do tempo que dediques a cada lugar da cidade. Mas o mais importante, é desfrutares de toda a tua viagem e visita a Setúbal de forma genuína e sem pressas. Por isso, aproveita cada momento ao teu ritmo, de forma descontraída. Porque se não visitares tudo, podes regressar sempre que quiseres.

Mercado do Livramento

Para mim, o Mercado do Livramento é um dos mais interessantes e encantadores. Por isso, só posso partilhar maravilhas, a arquitetura: com revestimento a azulejos que contam um pouco da lida da pesca setubalense, as bancas dos peixes todas as manhãs repletas do peixe mais fresco da região, toda a variedade de cores, frutas, legumes, sementes, flores. O Mercado do Livramento é um dos pontos mais emblemáticos da cidade, com vida e muita animação.

Praça do Bocage

Depois do mercado, segue para a Praça do Bocage – mais um ponto turístico do roteiro para visitar Setúbal. Assim que atravessas a Avenida Luísa Todi em direção à praça, vais dar de caras com a Musa do Bocage no centro de um lago. A estátua que dá as boas-vindas a todos os que passam pela Praça do Bocage. O pequeno lago enfeitado com flores e árvores acompanha-te à frente da Igreja de São Julião e dá uma alegria e energia extra.

Recomendo que desfrutes da vida desta praça tomando o pequeno-almoço ou café/bebida num dos cafés existentes. Aqui há vida, músicos de rua e uma passagem muito agradável.

visitar Setúbal

Depois disso, passeia para conheceres cada detalhe – no centro da praça está a estátua que homenageia o poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage, natural de Setúbal e um dos poetas portugueses mais reconhecidos.

Um pouco mais à frente, de cor roxa, encontra-se localizado o edifício Paços do Concelho (a Câmara Municipal de Setúbal). Já perto do parque de estacionamento, encontras a Casa de Turismo de Setúbal e a Casa da Cultura.

E mesmo de frente para os cafés, paralela à Rua Serpa Pinto, está localizada a Igreja de São Julião que falo já de seguida.

visitar Setúbal

Igreja de São Julião

Ainda na bela Praça do Bocage, encontra-se a Igreja de São Julião – aberta apenas durante a parte da manhã. Recomendo que a visites e contemples durante alguns momentos.

Esta igreja conta também um pouco da história de Setúbal, porque foi construída pela comunidade piscatória de Setúbal nos finais do século XIII. E apesar de ter sido reconstruída devido aos vários terramotos que ocorreram na região, ela ainda conserva os seus 2 portais manuelinos.

É uma igreja pequena, mas encantadora, por isso vale a pena passar por aqui para a conheceres, até porque também conta a história da cidade de Setúbal.

Largo da Misericórdia

Depois disto, segue pela estreita Rua Serpa Pinto (junto à igreja), e na primeira à direita sugiro um pequeno desvio para conheceres um largo encantador – o Largo Dr. Francisco Soveral. Um espaço que ganha outra vida à noite, principalmente aos fins de semana, com jantares e para quem vai beber um copo. Muitas vezes há música ao vivo, por isso a boa disposição está garantida.

Mas voltando à rota em direção ao Largo da Misericórdia, continua pela Rua Serpa Pinto, e seguindo sempre em frente (agora na R. Dr. Paula Barba) vais encontrar o Largo da Misericórdia. Um dos mais emblemáticos da baixa de Setúbal, e por isso não podia deixar de mencioná-lo neste roteiro para visitar Setúbal. No centro do largo encontras a estátua “Dolce Vita” de João Duarte. Neste largo há cafés, restaurantes, lojas e muita animação.

Recomendo que passeies para conhecer a baixa de Setúbal, deambulando pelas suas ruas estreitas e castiças. E depois disso, volta ao Largo da Misericórdia para seguires para o próximo ponto turístico para visitar Setúbal – a Sé de Setúbal.

Igreja de Santa Maria da Graça (Sé de Setúbal)

A partir do Largo da Misericórdia segue pela afamada Rua Antão Girão (todos a conhecem), desfruta da calçada portuguesa e na primeira à direita vais encontrar o largo de Santa Maria onde se localiza a Igreja de Santa Maria da Graça, a Sé de Setúbal.

Para teres uma noção, esta igreja está situada na zona mais antiga de Setúbal, por isso não podia falta num roteiro para visitar Setúbal. O templo foi mandado construir em 1513 (no reinado de D. Manuel) e a obra ficou a cargo da Ordem de Santiago – acabada em 1567. E foi devido à sua antiguidade, riqueza e esplendor que este templo é a Igreja Matriz de Setúbal.

Miradouros de São Sebastião e São Domingos

Depois da visita à Sé de Setúbal, segue pela rua Dr. António Joaquim Granjo que dá acesso à estreita e comprida Rua de Arronches Junqueiro. Uma vez aqui, percorre-a até ao Arco de São Sebastião – uma antiga porta de entrada na muralha medieval, mandada construir no reinado de D. João III no século XVI.

Atravessa o arco e continua até encontrares (a poucos metros de distância) os Miradouros de São Sebastião e São Domingos. Aqui a vista é uma das melhores para a zona ribeirinha, rio sado e península de Troia.

Igreja de São Sebastião

Depois de vislumbrares a paisagem, dá uma volta para conheceres o Bairro de São Sebastião e segue em direção à Igreja de São Sebastião. Não podia deixar de mencionar neste roteiro para visitar Setúbal, porque estamos a falar de um Imóvel de Interesse Público.

A paróquia de São Sebastião (criada em 1553) foi transferida em 1835 para a igreja do extinto Convento de São Sebastião da Ordem Dominicana dos Pregadores. Ela foi muito danificada pelo terramoto de 1755, mas mantém a sua estrutura original.

No interior encontras um estilo Rococó e Neoclássico com destaque para a talha e as pinturas que decoram o altar e as capelas laterais.

Casa Bocage

E mesmo em frente à Igreja de São Sebastião encontras a Casa Bocage. É a Casa-museu que apresenta uma exposição permanente da vida e obra do grande poeta Bocage (1765-1805). É um museu extremamente interessante e um ponto de interesse para visitar Setúbal. Ou não fosse este poeta português parte da história de Setubalense.

“Magro, de olhos azuis, carão moreno,

Bem servido de pés, meão na altura,

Triste de facha, o mesmo de figura,

Nariz alto no meio e não pequeno;

Incapaz de assistir num só terreno,

Mais propenso ao furor do que à ternura;

Bebendo em níveas mãos, por taça escura,

De zelos infernais letal veneno;

Devoto incensador de mil deidades

(Digo, de moças mil) num só momento,

E somente no altar amando os frades,

Eis Bocage, em quem luz algum talento;

Saíram dele mesmo estas verdades,

Num dia em que se achou mais pachorrento.

~ Bocage

Dica Saber Viajar (Almoço):

Depois da visita á Casa Bocage recomendo uma paragem gostosa para o almoço. Já vão alguns poucos quilómetros andados, muito entusiasmo por visitar Setúbal e, portanto, está na hora de degustar as iguarias desta bela terra de peixe.

Deste lado da cidade, sugiro que sigas para a zona da restauração na Avenida Luísa Todi onde estão alguns restaurantes como: o Rei do Choco Frito Casa Santiago ou o Cais 56. Ou ainda na Rua das Fontainhas onde se situa um dos belos restaurantes para comer peixe de altíssima qualidade: no Batareo. Agora saboreia e desfruta de um bom peixe e um bom vinho regional.

Museu do Trabalho Michel Giacometti

E depois de passados bons momentos a saborear a boa gastronomia regional setubalense, é hora de visitar o Museu Michel Giacometti. Este museu é basicamente um espaço dedicado às diversas atividades económicas da região.

Setúbal foi uma terra de muita indústria conserveira, e por isso, este espaço conta muito bem toda essa história no concelho de Setúbal. É mesmo um museu muito interessante e um ponto de interesse para visitar Setúbal. Por isso, recomendo que o visites e desfrutes de todas as curiosidades sobre a cidade.

Avenida Luísa Todi

Agora sim, vamos explorar a Av. Luísa Todi em profundidade. Esta Avenida é um dos pontos principais para visitar Setúbal. Pois é a principal artéria da cidade de Setúbal.

Ao longo da Avenida Luísa Todi vais encontrar inúmeros edifícios importantes, espaços verdes, ciclovias, entradas para os bairros mais característicos de Setúbal, restaurantes, quiosques e muito mais. Além disso, é uma das entradas um dos acessos para as praias encantadoras da Serra da Arrábida.

visitar Setúbal

Depois de passares pelo Regime de Infantaria 11 que dá lugar à Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, encontras o Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal. Se tiveres interesse podes visitá-lo, caso contrário segue para continuares a explorar a Av. Luísa Todi.

De seguida, do lado esquerdo, vais encontrar o Fórum Luísa Todi: um espaço de espetáculos de música, teatro, dança, cinema e outros. Um pouco mais à frente, encontras o edifício da Galeia Municipal do Banco de Portugal: um espaço recuperado para acolher eventos culturais. E mais à frente, ainda do lado esquerdo, está localizado o grande Mercado do Livramento (visitado de manhã).

Do lado direito um pouco mais à frente, está situado o Chafariz do Sapal: mandado construir pelo Senado da Câmara da Vila de Setúbal em 1697 para integrar o plano abastecedor de água.

Alguns longos metros mais à frente, podes ver o Largo de José Afonso (do lado esquerdo): um espaço para a dinamização iniciativas populares e outros eventos na cidade de Setúbal.

Já do lado direito da Avenida, localiza-se a Casa da Baía, o Pelourinho de Setúbal e o Bairro da Fonte Nova (Bairro Troino).

Casa da Baía

E que tal um momento de pausa e degustação? Pois é, é altura para fazer uma paragem na Casa da Baía, o edifício azulão localizado na Avenida Luísa Todi. É um dos pontos para visitar Setúbal – o Centro de Promoção Turística, localizado num edifício da primeira metade do séc. XVIII.

Sugiro que dediques algum tempo para provares alguns dos produtos regionais e visitar todos os espaços: os pátios interior e exterior, cafetaria, loja de produtos regionais com iguarias divinais como os queijos de azeitão, vinhos, moscatel da península de Setúbal, mel da Arrábida e doçaria. Também tem a galeria de exposições, restaurante e auditório.

Durante o verão, costuma haver concertos no pátio exterior muito interessantes. E ainda outros tipos de eventos ao longo do ano como exposições, teatro e dança, etc.

visitar Setúbal

Pelourinho de Setúbal

E a poucos passos de distância da Casa da Baía, podes encontrar o Pelourinho de Setúbal. Um Monumento Nacional do séc. XVIII que substituiu o Pelourinho primitivo que se erguia no antigo Largo da Ribeira Velha e que, entretanto, foi derrubado.

Bairro da Fonte Nova (Bairro Troino)

O Bairro da Fonte Nova fica localizado mesmo atrás da Casa da Baía e posso-te dizer que é um dos bairros mais antigos de Setúbal. Este bairro está ligado ancestralmente às atividades do mar. E por isso, é tradicionalmente habitado por pescadores e, em tempos, operários da indústria conserveira.

Isto porque como já referi anteriormente, Setúbal foi lugar de inúmeras indústrias de conserva. Infelizmente já não resta nenhuma na região, mas fica a sua marca na história da indústria conserveira em Portugal.

A mim, deixa-me algum questionamento de como uma cidade tão rica neste setor e com uma história de mar tão presente no seu coração, não deixou nenhum exemplo vivo desta atividade industrial.

De qualquer das formas, ficam as lembranças, espólios e bairros característicos para visitar Setúbal. Nos últimos anos, este bairro tem sofrido boas reformulações criando ambientes agradáveis, restauros de edifícios e o surgimento de restaurantes bastante interessantes. E tudo isto ajudou ao renascimento deste bairro tão típico e castiço da cidade de Setúbal.

Dica Saber Viajar (Jantar):

Chegada a hora de jantar, posso recomendar algum dos restaurantes do Bairro da Fonte Nova, Avenida Luísa Todi ou zona ribeirinha de frente para a Doca de Setúbal que não é muito longe daqui.

Dica Saber Viajar: se quiseres beber uma cerveja ou um copo de vinho e sentir um pouco de animação, recomendo o Bardo ou uma visita ao Largo da Ribeira.

Roteiro para visitar Setúbal: 2º dia

Espero que estejas a gostar deste roteiro para visitar Setúbal. A manhã do segundo dia deste roteiro vai ser dedicado a visitar o Forte de São Filipe, a desfrutar da paisagem na praia da Saúde, passear e conhecer o Pua e Doca dos Pescadores.

Depois de almoço seguimos para o Convento de Jesus e visita ao emblemático Jardim do Bonfim e ao Jardim de Algodeia.

Forte de São Filipe

Começa cedo o teu segundo dia do roteiro para visitar Setúbal, porque as paisagens do Forte de São Filipe estão à tua espera. A visita ao forte é, sem dúvida alguma, um dos pontos altos para visitar Setúbal, tanto no sentido literal como figurativo.

Porque como é normal em fortes e castelos, eles estão situados em pontos altos estratégicos, e este não é diferente. Por isso, posso-te garantir que a paisagem promete. Daqui vais ter a oportunidade de ter acesso a vistas panorâmicas sobre a cidade, o estuário do sado e a Península de Troia.

Vale partilhar que o Forte de São Filipe foi criado no séc. XVI para proteger a cidade de Setúbal de ataques de piratas e invasões. A planta da fortaleza desenha uma estrela de 6 pontas e há ainda uma pequena capela joanina.

visitar Setúbal

Praia da Saúde

E depois das vistas panorâmicas sobre a cidade de Setúbal, estuário e Troia, segue até à Praia da Saúde. Porque, aqui, convido-te a tomar o pequeno-almoço ou um café/bebida na extraordinária esplanada de acesso direto para a Praia da Saúde – o Rockalot Praia.

As manhãs aqui são extremamente agradáveis acompanhado de boa música (jazz, soul), ótima paisagem e sabor a mar. Por isso, convido-te a descontrair num ambiente ótimo e dinâmico.

Por outro lado, se quiseres molhar os pés ou fazer praia também podes fazê-lo porque estás a meia dúzia de passos. Vale partilhar também que a Praia da Saúde é vigiada.

Dica Saber Viajar: os finais de tarde também são excelentes nesta zona. Podes descontrair no Rockalot ou na esplanada das Ostras Sobre Rodas a petiscar e tomar um vinho.

visitar Setúbal

Parque Urbano de Albarquel (conhecido como o PUA)

Depois do belo momento de descontração na esplanada do Rockalot Praia, o próximo ponto do dia 2 do roteiro para visitar Setúbal é o Parque Urbano de Albarquel, mais conhecido por PUA.

Faz uma caminhada relaxada pela zona da beira-mar até ao PUA, explora os espaços verdes, a paisagem. E se a maré estiver vazia ainda podes sentir a areia e a água nos pés.

Depois de saíres do PUA pela Avenida José Mourinho (homenagem ao treinador José Mourinho, natural de Setúbal), percorre-a até à Doca dos Pescadores saboreando a atmosfera envolvência desta zona ribeirinha.

visitar Setúbal

Doca dos Pescadores

A Doca dos Pescadores é mais um dos pontos turísticos para visitar Setúbal. Isto porque o cenário paisagístico é algo de extraordinário, os barcos de pesca na doca com o pano de fundo da península de Troia.

Aqui estão localizados uma série de bons restaurantes para almoços ou jantares agradáveis e descontraídos. A minha sugestão é que faças a tua pausa para almoço num destes restaurantes.

visitar Setúbal

Convento e a Igreja de Jesus

Depois de uma pausa tranquila para almoço, segue para o próximo ponto turístico para visitar Setúbal, o Convento e a Igreja de Jesus. Felizmente o Largo de Jesus foi reformado, e o atual jardim em frente à Igreja de Jesus veio dar a dignidade merecida a este extraordinário edifício de estilo manuelino.

Acho que é interessante partilhar que este projeto nasceu no final do séc. XV, quando Justa Rodrigues Pereira (ama de D. Manuel I) enviou esforços junto ao Vaticano e da corte real para a sua construção.

Além disso, vale partilhar ainda uma parte interessante: esta foi uma obra entre 1490-1496 conduzida por Diogo Boitaca que assinou trabalhos em monumentos como o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém e o Mosteiro da Batalha.

Portanto, se vais visitar Setúbal, o Convento e a Igreja de Jesus são um dos pontos a visitar no teu roteiro para visitar Setúbal.

visitar Setúbal

Jardim da Algodeia / Aqueduto de Setúbal

Segue em direção ao Parque da Algodeia, um dos belos jardins da cidade e onde se situa o Aqueduto de Setúbal.

E se no passado serviram para abastecer as populações, hoje é um monumento importante que representa séculos de história setubalense. E por isso, sim, é um dos pontos a visitar em Setúbal.

O Aqueduto de Setúbal (também conhecido como o Aqueduto dos Arcos) foi construído no reinado de D. João II, partia da Arca d’Água (Alferrara) e terminava no centro da cidade de Setúbal.

No entanto, com a construção do Chafariz do Sapal na Praça do Bocage, a cidade deixou de depender do Aqueduto de Setúbal. Vale partilhar que o Chafariz do Sapal doi deslocado em 1937 da atual Praça do Bocage para a Praça Teófilo Braga.

visitar Setúbal

Jardim do Bonfim

Se queres visitar Setúbal então o Jardim do Bonfim não pode ficar de fora do teu roteiro. Porque é um dos espaços mais simbólicos da cidade de Setúbal, e também um jardim extremamente agradável.

Felizmente, a reforma deste jardim veio dar dignidade a este espaço de lazer, convívio, brincadeiras, exercício físico, leitura, passeios dos pets, e muito mais.

Adoro este jardim e ele atravessa uma boa parte da cidade, fazendo a ligação entre a baixa de Setúbal e outras regiões da cidade. Por isso, é uma zona ativa e carismática onde vais encontrar muito boas energias.

visitar Setúbal

Roteiro para visitar Setúbal: 3º dia

Serra da Arrábida

O terceiro dia para visitar Setúbal vai dedicado exclusivamente à magnifica Serra da Arrábida e Praias de Setúbal. Porque esta cidade está envolvida em natureza, aventura, trilhos e muitas atividades. Portanto se procuras um pouco mais do que uma visita à cidade de Setúbal, recomendo vivamente que dediques mais um dia (no mínimo) a explorar o Parque Natural da Arrábida. Um lugar único, inesquecível e privilegiado no mapa de Portugal.

Aqui vais encontrar desde miradouros de paisagens inigualáveis, grutas, trilhos, praias e muito mais. Além disso há inúmeras atividades ao ar livre para praticares: como mergulho, coastering, kayak, passeios de barco e muito mais.

Se visitares Setúbal fora da época balnear, podes fazer o circuito de carro completo pela volta à Serra da Arrábida, saindo e regressando pelo centro da cidade de Setúbal. Explico-te todos os lugares a visitar no guia completo sobre a Serra da Arrábida.

visitar Setúbal

Atenção, Nota 2024: atualmente, mesmo fora da época balnear não está a ser possível atravessar a partir da praia da Figueirinha para a frente, devido a um perigo de derrocada. Ou seja, o troço entre a praia da Figueirinha e a praia do Creiro, que fecha durante a época balnear (permitindo apenas a passagem de autocarros e motociclos), tem estado fechado o resto do ano. Mas não te preocupes, porque é possível visitar todo o troço da Serra da Arrábida na mesma! Este também é lindíssimo, mas não invalida a visita a outros pontos da serra.

Praias de Setúbal

As praias de Setúbal são mais uma preciosidade, o ex-libris desta região rica em natureza, vinhos e sabores de mar. Vais encontrar praias embrenhadas na natureza, com areal claro e águas cristalinas. Mais perto da cidade encontras a Praia da Saúde e a Praia da Albarquel.

E um pouco mais afastadas, a Praia da Comenda (zona de piquenique), a afamada Praia da Figueirinha (com uma bela extensão de areal), a Praia de Galapos, a Praia de Galapinhos (acesso por trilho), Praia dos Coelhos (acesso por trilho, mais pequena e selvagem e não vigiada), Praia do Creiro e Portinho da Arrábida.

Nota 2024: Infelizmente, devido ao corte fora da época balnear por motivos de perigo de derrocada, o acesso às Praias de Galapos, Galapinhos e Coelhos não estão acessíveis de carro. Mas ao que parece continua a ser possível chegar até elas durante a época balnear, porque continua a haver os autocarros vaivém (a partir da Figueirinha).

visitar Setúbal

O que fazer perto de Setúbal?

Troia

Como já comentei anteriormente, Troia está à distância de um ferryboat (com carro + pessoa) ou catamarã (pessoas). Ou seja, no máximo a 25 minutos de distância. Portanto, se vais visitar Setúbal na primavera/inicio de verão e queres fazer praia, sugiro pelo menos um dia dedicado à praia de Troia. E acredita que não te vais arrepender. O areal é vasto e as águas extraordinariamente cristalinas!

Por outro lado, se queres apenas visitar o lado da Península de Troia, há muito para descobrires e visitares nesta península encantadora.

visitar Setúbal

Palmela

E por fim, se quiseres dedicar mais dias para visitar Setúbal, recomendo vivamente uma visita à encantadora vila de Palmela. Uma vila cheia de história e onde “mora” um dos castelos mais bonitos e completos de Portugal. Há muito para ver e fazer nesta vila!

visitar Setúbal

Gastronomia de Setúbal

Não é novidade para ninguém que Setúbal tem o melhor peixe de Portugal e arredores. Por isso, nesta região os melhores pratos que podes pedir é tudo o que tiver ligado ao mar.

O choco frito é um dos pratos mais emblemáticos de Setúbal, por isso recomendo provares pelo menos uma vez. Além dos maravilhosos peixes grelhados com batata cozida e salada, ainda tens outras especialidades como a bela caldeirada, o arroz de bacalhau, arroz de marisco, ostras do sado, ameijoas, navalhas regadas com limão, e muito mais.

E para acompanhar estas maravilhas gastronómicas de Setúbal, aconselho-te um dos incríveis vinhos regionais! É a combinação perfeita para uma refeição completa e divinal em Setúbal.

visitar Setúbal

Onde comer em Setúbal, Restaurantes Setúbal

​Ao longo do artigo já partilhei algumas opções, mas deixo aqui de forma completa as minhas recomendações de restaurantes em Setúbal. Portanto se vais visitar Setúbal nesta lista não te vão faltar opções para desfrutares de uma experiência gastronómica única.

O Batareo (Rua das Fontainhas 64): peixe fresco e mariscos

Rei do Choco Frito – Casa Santiago (Av. Luísa Todi 98): arroz de bacalhau, choco frito, peixes.

Ti Prudência (Av. Luísa Todi 542): peixes grelhados

Adega Leo do Petisco (Rua da Cordoaria 33): melhor choco frito

Pancada do Mar (R. Praia da Saúde 15): peixes (mais económico)

Verde e Branco (R. Dona Maria Baptista 33): peixes (apesar de não estar localizado mesmo na Baixa de Setúbal, a qualidade é inigualável. É sem dúvida um dos meus preferidos em serviço e simpatia.

O Miguel (Av. José Mourinho 16 – Doca de Setúbal): peixes

Sem Horas (Largo da Misericórdia): casa sofisticada de petiscos e tábuas. Está localizado no edifício reabilitado e de cor preta no coração da Baixa de Setúbal – Largo da Misericórdia.

Adega dos Passarinhos, Ramila (R. Ten. Valadim): um tasco que era bastante afamado em Setúbal e que por motivos alheios fechou durante alguns anos. Mas foi reabilitado em maio de 2024 pelo Ramila e come-se bastante bem. Localizado na bela e agradável Praça do Bocage.

Observação: esta página de artigo contém link de afiliados. Por isso, por cada reserva que efetuares através dos meus links, eu ganho uma comissão. Dessa forma, ajudas a Saber Viajar a manter-se viva e a produzir cada vez mais conteúdo de qualidade. E a boa notícia? É que não pagas nada a mais por isso! De coração, obrigada!

QUERES VIAJAR MAIS E MELHOR?

 

Subscreve a minha Newsletter e recebe todas as sugestões de viagens, dicas e roteiros criativos no teu e-mail.

Recebi o teu pedido de subscrição. Por favor, confirma o registo no e-mail que te enviei agora. Obrigada!

Pin It on Pinterest

Share This